Categorias
Empreendedorismo

O que é um MVP? (Minimum Viable Product)

Criar aplicativos próprios tem se tornado uma necessidade cada vez maior para as empresas que desejam automatizar seus processos, aumentar a visibilidade de sua marca e conquistar mais clientes. No entanto, a falta de certeza de que o aplicativo irá obter o retorno esperado para o negócio ainda é uma grande barreira para muitas empresas. 

Mas a boa notícia é que sua empresa pode testar e validar seu aplicativo próprio com investimentos mínimos utilizando o conceito de MVP. Acompanhe os detalhes a seguir e saiba o que é o MVP e como ele pode ajudar a sua empresa a ter o seu próprio aplicativo.

O que é MVP?

MVP é um termo cuja sigla significa Minimum Viable Product, ou seja, Produto Viável Mínimo. Dentro da área de empreendedorismo, o MVP representa um conceito de lançar um novo produto, serviço ou até mesmo criar um empreendimento com o menor investimento possível. Desta forma, ao invés de planejar um projeto por meses e realizar altos investimentos de risco, é possível criar uma versão beta do projeto com as funcionalidades necessárias e ir evoluindo conforme o feedback dos usuários e clientes.

Em outras palavras, um Produto Viável Mínimo é basicamente uma versão para se testar um modelo de negócio, produto ou serviço, que neste caso, deve ter uma estrutura mínima para atender a demanda a que se propõe e criar valor suficiente para que as pessoas comecem utilizá-lo.

Entretanto, é importante destacar que não se pode confundir o mínimo de funcionalidades viáveis para testes, com funcionalidades mal feitas que não podem ser testadas. Ou seja, o produto, serviço ou negócio, não precisa ser perfeito, mas deve sempre ser capaz de ser testado, a ponto de mostrar os erros e acertos de maneira ágil e barata em vez de lançar um produto sem qualquer validação e de alto investimento.

Que tipo de empresa pode utilizar o MVP?

Há quem diga que o MVP pode ser aplicado exclusivamente em startups, já que elas são exemplos comuns de modelos de empresas que começam a atuar no mercado com baixo investimento para testar a viabilidade do negócio.

Contudo, qualquer tipo de empresa, seja ela de pequeno ou grande porte, pode utilizar o MVP para criar produtos e serviços com investimentos mínimos que serão capazes de mostrar se o projeto pode receber investimentos maiores e quais pontos podem ser ajustados no lançamento oficial.

MVP na criação de aplicativos

Quando sua empresa tem uma ideia para a criação de um aplicativo, muitas vezes ele pode ser complexo devido a uma grande quantidade de funcionalidades, o que também poderá gerar um alto custo para o seu desenvolvimento. No entanto, é preciso ter certeza de que o aplicativo irá ter um grande nível de aceitação no mercado e retorno dos usuários desde o início.

Desta forma, em vez de investir em um projeto longo e de alto custo, é possível utilizar o conceito de MVP para testá-lo no mercado, ou seja, cria-se o núcleo do aplicativo com as funcionalidades básicas a serem testadas e de forma rápida e barata, é possível receber o feedback dos usuários e ajustar o projeto conforme o que é analisado.

Um excelente exemplo de aplicativo que utilizou o conceito de MVP, foi o Snapchat. Desenvolvido por estudantes da Universidade de Stanford, o Snapchat foca especificamente no envio de imagens para outros usuários. Inicialmente o aplicativo foi lançado como um produto simples com um foco, mas após testarem o conceito central, os desenvolvedores tiveram sucesso e somente após a validação do público, fez sentido expandir outras funcionalidades no aplicativo.

Viu como o MVP pode ajudar a sua empresa ter o seu próprio aplicativo sem correr riscos?  Nós da Dub Soluções podemos te ajudar a validar o seu projeto de aplicativo de maneira ágil e barata. Portanto, conte conosco!

E você, pretende criar um aplicativo para sua empresa mas deseja validar o projeto antes? Conte com a Dub Soluções!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *