Categorias
Empreendedorismo

Como contratar os serviços de desenvolvimento de aplicativos?

Nós, da DUB Soluções, somos uma empresa inovadora de desenvolvimento de aplicativos mobile e sistemas web e estamos constantemente ajustando nosso modelo de negócio para se adequar às necessidades dos nossos clientes e, também, às constantes atualizações do nosso mercado.

Recentemente tomamos uma importante decisão de alterar o modelo de cobranças dos nossos projetos. Esse ajuste vem para beneficiar não só a nossa empresa, mas principalmente os nossos clientes.

Acompanhe os detalhes a seguir e veja como contratar os nossos serviços.

Novo modelo de cobrança

Até pouco tempo atrás, todos os projetos desenvolvidos pela Dub eram precificados pelo modelo de escopo fechado, ou seja, um único valor para realizar todo o projeto. 

No entanto, partir de agora todos os novos projetos desenvolvidos terão seus custos cobrados por hora de trabalho ou pacote de horas mensal.

Qual o motivo da mudança?

Possuímos larga experiência no desenvolvimento de produtos web/mobile e notamos que seria mais interessante, tanto para nós quanto para nossos clientes, a cobrança por hora e não por escopo fechado.

Isso significa que agora as cobranças serão feitas com base nas horas produtivas.

Um profissional de desenvolvimento de software, por exemplo, possui em média 6 horas de trabalho produtivas por dia. Dessa forma, contratando-o você perderá em média 2,5 horas diárias.

Aqui na DUB, nós iremos cobrar apenas por horas de trabalho, descontando a ociosidade diária da sua cobrança. Em outras palavras, você só paga pelas horas que produzimos.

Como fazemos o controle de horas?

Diferente de quando se trabalha com um projeto fechado, ao atuar com a cobrança por horas é preciso gerenciar o tempo com maior enfoque para tornar todas as tarefas mais produtivas e principalmente para promover transparência para os clientes.

Nós aqui da Dub, por exemplo, utilizamos a ferramenta Timedoctor onde é possível ser mais produtivo, identificar tarefas que demandam mais tempo, analisar screenshots das telas dos funcionários para verificar seus níveis de produtividade e até mesmo fornecer acesso aos clientes para que eles possam verificar o progresso do projeto.

Essa ferramenta combina perfeitamente com o nosso novo modelo de cobranças e também, com a nossa política de transparência ao demonstrar na prática o quanto nossos clientes podem confiar na seriedade do nosso trabalho.

Ficou interessado? Tem uma ideia para desenvolver um aplicativo? Entre em contato conosco e marcaremos uma reunião para analisar a sua necessidade e quem sabe desenvolver uma solução inovadora para você!

Categorias
Empreendedorismo

Desenvolvimento de aplicativos corporativos

O uso de aplicativos corporativos vem crescendo nos últimos anos e com o objetivo de se manterem competitivas, as empresas estão adotando essa tecnologia para ser utilizada em diversos setores de seus negócios.

Contudo, são muitas as empresas que ainda não aderiram à criação de aplicativos próprios e neste artigo mostraremos o que os aplicativos corporativos podem fazer pelo seu negócio.

Acompanhe os detalhes a seguir e saiba porque sua empresa deveria investir em aplicativos corporativos.

Aplicativos corporativos: Por que adotar essa tecnologia?

Diversas são as razões para uma empresa contar com aplicativos próprios. A seguir separamos alguns motivos para você avaliar hoje mesmo esta possibilidade.

Maior mobilidade

Estamos conectados ao celular quase 24 horas por dia. Portanto, ter a oportunidade de controlar os negócios por meio de um smartphone, aumenta a facilidade na gestão de projetos e equipes.

Aumento da inovação

Para se manterem em um mercado competitivo, as empresas devem sempre buscar pela inovação. Neste caso, a criação de aplicativos corporativos pode simplesmente revolucionar a maneira como projetos são apresentados aos clientes.

Redução de custos

Toda empresa reconhece a importância da otimização de seus custos para o bom funcionamento do negócio. Aplicativos corporativos de gestão aumentam o controle dos custos corporativos, permitindo a identificação de pontos de atenção dentro do orçamento.

Aumento da produtividade

Quem administra empresas, seja ela de pequeno ou grande porte, conhece a dificuldade de manter o trabalho restrito ao ambiente corporativo. Por outro lado, ao migrar certas atividades para os smartphones e tablets, uma empresa pode potencializar o ganho de produtividade de seus funcionários.

Editar uma planilha, responder um e-mail ou até mesmo participar de uma reunião, são somente algumas atividades que podem ser realizadas em qualquer lugar com acesso à internet por meio de um aplicativo corporativo.

Maior agilidade na tomada de decisões

Quem é gestor, já teve ou provavelmente terá a necessidade de tomar decisões sobre projetos estando longe da sua empresa. Neste caso, por meio de um aplicativo corporativo é possível ter acesso aos dados da empresa, facilitando a tomada de decisões e até mesmo minimizando erros.

Como os aplicativos podem ajudar a minha empresa?

Acima você pode conferir alguns benefícios de contar com aplicativos corporativos. Mas de que forma eles podem ajudar a minha empresa? Vejamos a seguir algumas áreas onde o uso de aplicativos corporativos podem trazer sucesso.

Apresentações e propostas

Sua empresa ainda utiliza imagens e apresentações de slides para mostrar seus produtos e serviços aos seus clientes? Que tal aumentar o potencial das suas vendas utilizando um aplicativo corporativo?

Este é o caso, por exemplo, da empresa de móveis, IKEA. A empresa vinha promovendo seu catálogo da mesma forma desde 1951, mas as coisas mudaram quando optaram pela criação de um aplicativo móvel que deu vida ao seu catálogo. 

Utilizando recursos de realidade aumentada, a empresa surpreendeu seus clientes ao permitir que eles colocassem móveis em suas casas virtuais, dando um novo conceito de apresentação de produtos. Relatórios da empresa sugerem que o aplicativo já foi baixado cerca de 8,5 milhões vezes.

Boletins informativos

A boa comunicação dentro das empresas é essencial para o progresso nos negócios. E neste caso, a criação de aplicativos também pode ser uma excelente solução para distribuir boletins internos e notícias da empresa para os funcionários. Ou seja, com um simples aplicativo corporativo sua empresa pode simplificar a distribuição de informações para cada departamento e até mesmo eliminar os antigos quadros de aviso que são cada vez menos consultados pelos funcionários.

Criação de relatórios

Gerar relatórios quase sempre é uma tarefa complicada, afinal, além de conter as informações necessárias, ele precisa ser conciso e de fácil compreensão. Por outro lado, quando se opta por um aplicativo corporativo, é possível simplificar a criação de relatórios, tornando-os mais interativos e envolventes.

Gestão de tarefas

A gestão de tarefas é a base para que todo projeto corporativo funcione conforme o planejado. Saber identificar atividades, responsáveis, pendências, prazos e status de tarefas, pode parecer muito complicado.

Mas por meio de um aplicativo corporativo, é possível gerenciar grandes times, várias tarefas e projetos simultâneos na ponta dos dedos. O Trello é um exemplo de aplicativo que pode ajudar a mudar o conceito de gestão de tarefas e projetos em sua empresa.

Comunicação com clientes e fornecedores

A comunicação externa, ou seja, feita com clientes, fornecedores e parceiros, também é um assunto muito importante para o sucesso de toda empresa. E por meio de um aplicativo corporativo, essa comunicação pode se tornar ainda mais eficiente.

Um excelente exemplo é a Walgreens (maior rede de farmácias nos Estados Unidos) que criou um aplicativo corporativo onde os clientes podem, por exemplo, renovar suas receitas escaneando o frasco de comprimidos, ou ainda receber notificações na hora de renovar as receitas, conversar com um profissional da farmácia, localizar itens da loja e até mesmo receber dicas de saúde.

Aplicativos corporativos estão mudando a maneira como as empresas estão gerenciando seus projetos, apresentando seus produtos e até mesmo aumentando suas competitividades.

Nós da Dub Soluções, somos especializados no desenvolvimento de aplicativos e estamos prontos para ajudar a sua empresa na criação de aplicativos que possam mudar conceitos em seu negócio. Portanto, se você pretende desfrutar das vantagens aqui citadas, conte conosco nessa parceria!

Deseja desenvolver aplicativos para o seu negócio? Conte com a Dub Soluções!

Categorias
Empreendedorismo

Aplicativos para e-commerce

Já falamos por aqui o quanto os aplicativos mobile têm mudado a maneira como as pessoas se conectam à informação. E dentre os diversos exemplos, não poderíamos deixar de abordar as mudanças que essa tecnologia tem trazido para as vendas online em e-commerce.

Acompanhe os detalhes a seguir para conferir mais sobre essa modalidade de aplicativos e saiba como sua empresa pode se destacar com um app para o seu e-commerce.

Nova geração para vendas online

Economia de tempo, facilidade em comprar online e mobilidade. Essas são as principais razões pelas quais os aplicativos para e-commerce estão fazendo tanto sucesso em todo o mundo.

Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos, somente em 2016, as transações de vendas feitas via dispositivos móveis já ultrapassaram 123,13 bilhões dólares ao ano, ou seja, quase 1/3 de todas as vendas de comércio eletrônico por lá.

Esse crescimento no uso de aplicativos para compras online abre oportunidades para empresas de diferentes portes para inovarem na maneira como atendem seus consumidores.

Em outras palavras, se cada vez mais os consumidores estão voltados para a tela do smartphone, então é preciso direcionar esforços onde os olhos do público está focado.

Características importantes

É fato que os aplicativos para e-commerce estão se tornando cada vez mais importantes para as estratégias de empresas que já aderiram a essa tecnologia. No entanto, é importante ressaltar que a simples criação de um aplicativo para e-commerce não é capaz de gerar sozinho o sucesso para a empresa.

E para isso, vale a pena avaliar o que os cinco maiores aplicativos de e-commerce têm em comum. Segundo estudo recente do Mobile 500, as companhias Apple Inc, Amazon.com, Google Play, Jingdong Mall e QVC faturaram mais de $ 22.70 bilhões de dólares em vendas via mobile em 2014, o que representa quase 20% dos $117.78 bilhões de dólares estimados para as vendas mobile deste mesmo ano.

O estudo foi realizado com 262 varejistas que disponibilizam aplicativos para seus e-commerces e concluiu que os 5 maiores varejistas pesquisados adotavam 4 práticas comuns que são:

Notificações por “Push”: As notificações de Push são ideais para manter a fidelidade dos consumidores, além de possibilitar o acesso com apenas um clique para qualquer oferta importante que um varejista queira mostrar ao consumidor.

Imagens alternadas: O consumidor que compra online costuma pesquisar por imagens do produto antes de fechar a compra. E é justamente por esse motivo que os maiores aplicativos para e-commerce adotam o recurso de imagens alternadas para mostrar diversos ângulos do produto anunciado.

Zoom de imagem: Com o tamanho de tela reduzido, é importante que o consumidor consiga enxergar detalhes do produto e neste caso, os efeitos de zoom também se tornam obrigatórios em aplicativos para e-commerce.

Checkout simplificado com 1 ou 2 passos: Usuários anseiam por checkouts descomplicados e um aplicativo de sucesso deve obrigatoriamente simplificar essa etapa para o usuário.

Cupons de desconto ou cartão fidelidade: Além disso, opções para inserir cupons de desconto e cartão fidelidade na etapa final da compra tornam o app ainda mais atrativos para os consumidores.

Conforme se pode observar, os aplicativos mobile trouxeram novas possibilidades para as vendas através de e-commerce, dando maior flexibilidade ao consumidor na hora de realizar suas compras online.

Ou seja, hoje o consumidor não precisa necessariamente estar na frente de um computador para pesquisar e comprar pela internet e esse pode ser o grande diferencial para o progresso de muitas empresas no varejo.

Portanto, se a sua empresa (seja ela de pequeno, médio ou grande porte) ainda não possui um aplicativo para o seu e-commerce, então vale a pena avaliar a possibilidade de optar por esta tecnologia para aumentar o alcance de seu público, expandir suas vendas e gerar maior fidelização de clientes por meio da comodidade no processo de compra.

Nós da Dub Soluções somos especialistas no desenvolvimento de aplicativos mobile e podemos ajudar a sua empresa a gerar mais negócios com um aplicativo mobile para o e-commerce da sua empresa. Se interessou? Entre em contato conosco e teremos o prazer em lhe atender!

E você, está pronto para vender online por meio de um aplicativo para e-commerce? Conte com a Dub Soluções!

Categorias
Empreendedorismo

O que é um MVP? (Minimum Viable Product)

Criar aplicativos próprios tem se tornado uma necessidade cada vez maior para as empresas que desejam automatizar seus processos, aumentar a visibilidade de sua marca e conquistar mais clientes. No entanto, a falta de certeza de que o aplicativo irá obter o retorno esperado para o negócio ainda é uma grande barreira para muitas empresas. 

Mas a boa notícia é que sua empresa pode testar e validar seu aplicativo próprio com investimentos mínimos utilizando o conceito de MVP. Acompanhe os detalhes a seguir e saiba o que é o MVP e como ele pode ajudar a sua empresa a ter o seu próprio aplicativo.

O que é MVP?

MVP é um termo cuja sigla significa Minimum Viable Product, ou seja, Produto Viável Mínimo. Dentro da área de empreendedorismo, o MVP representa um conceito de lançar um novo produto, serviço ou até mesmo criar um empreendimento com o menor investimento possível. Desta forma, ao invés de planejar um projeto por meses e realizar altos investimentos de risco, é possível criar uma versão beta do projeto com as funcionalidades necessárias e ir evoluindo conforme o feedback dos usuários e clientes.

Em outras palavras, um Produto Viável Mínimo é basicamente uma versão para se testar um modelo de negócio, produto ou serviço, que neste caso, deve ter uma estrutura mínima para atender a demanda a que se propõe e criar valor suficiente para que as pessoas comecem utilizá-lo.

Entretanto, é importante destacar que não se pode confundir o mínimo de funcionalidades viáveis para testes, com funcionalidades mal feitas que não podem ser testadas. Ou seja, o produto, serviço ou negócio, não precisa ser perfeito, mas deve sempre ser capaz de ser testado, a ponto de mostrar os erros e acertos de maneira ágil e barata em vez de lançar um produto sem qualquer validação e de alto investimento.

Que tipo de empresa pode utilizar o MVP?

Há quem diga que o MVP pode ser aplicado exclusivamente em startups, já que elas são exemplos comuns de modelos de empresas que começam a atuar no mercado com baixo investimento para testar a viabilidade do negócio.

Contudo, qualquer tipo de empresa, seja ela de pequeno ou grande porte, pode utilizar o MVP para criar produtos e serviços com investimentos mínimos que serão capazes de mostrar se o projeto pode receber investimentos maiores e quais pontos podem ser ajustados no lançamento oficial.

MVP na criação de aplicativos

Quando sua empresa tem uma ideia para a criação de um aplicativo, muitas vezes ele pode ser complexo devido a uma grande quantidade de funcionalidades, o que também poderá gerar um alto custo para o seu desenvolvimento. No entanto, é preciso ter certeza de que o aplicativo irá ter um grande nível de aceitação no mercado e retorno dos usuários desde o início.

Desta forma, em vez de investir em um projeto longo e de alto custo, é possível utilizar o conceito de MVP para testá-lo no mercado, ou seja, cria-se o núcleo do aplicativo com as funcionalidades básicas a serem testadas e de forma rápida e barata, é possível receber o feedback dos usuários e ajustar o projeto conforme o que é analisado.

Um excelente exemplo de aplicativo que utilizou o conceito de MVP, foi o Snapchat. Desenvolvido por estudantes da Universidade de Stanford, o Snapchat foca especificamente no envio de imagens para outros usuários. Inicialmente o aplicativo foi lançado como um produto simples com um foco, mas após testarem o conceito central, os desenvolvedores tiveram sucesso e somente após a validação do público, fez sentido expandir outras funcionalidades no aplicativo.

Viu como o MVP pode ajudar a sua empresa ter o seu próprio aplicativo sem correr riscos?  Nós da Dub Soluções podemos te ajudar a validar o seu projeto de aplicativo de maneira ágil e barata. Portanto, conte conosco!

E você, pretende criar um aplicativo para sua empresa mas deseja validar o projeto antes? Conte com a Dub Soluções!

Categorias
Empreendedorismo

Quanto custa para fazer um aplicativo?

A  popularização dos smartphones no Brasil traz consigo uma crescente demanda por conteúdo móvel. Hábitos que antes se restringiam às camadas de maior renda da população se espalham por todo o universo de usuários móveis. Hoje podemos encontrar aparelhos Android com  valores abaixo de R$ 400.

Essa é uma boa razão para desenvolver um aplicativo para a sua empresa, para o seu evento, como ferramenta de marketing, ou para ampliar seu canal de vendas. Todo mundo quer ser o próximo a  criar um novo 99 taxis, um novo Ifood entres outros. 

Criar um aplicativo que fature milhões, ficar rico com uma grande ideia é o que todos sonham.

Recebemos diariamente vários e-mails com solicitações de orçamento, e também recebemos diversos e-mails de pessoas que dizem ter uma ideia inovadora. Todos já chegam com pensamento que desenvolver um aplicativo é caro, e a grande maioria   não têm nem ideia por onde deve começar.

A boa notícia? Não é tão caro como se pensa, o difícil é parar de falar e colocar a mão na massa.

Hoje  existe ​​uma grande diferença de valores cobrados para desenvolver um aplicativo?  Variando de R$ 5.000 reais até R$ 500.000 reais.   

No mercado mobile há 2 anos a Dub Soluções já desenvolveu cerca de 40 projetos, desde projetos menores e mais simples  que  ficaram em torno de  R$ 25.000,00 reais até projetos mais complexos  que ficaram em torno de R$ 100.000,00 reais . Essa variação é devida também pelo nível de dificuldade de desenvolvimento do aplicativo, com o processo de desenvolvimento levando em  média de 8 há 20 semanas. 

Assim, a fim de ajudar você  a não ter sustos com orçamentos de aplicativos, listamos quatro dicas  do que você deve fazer antes de pedir um  orçamento para uma empresa de desenvolvimento de aplicativos.

# 1 Liste as Funcionalidades

É importante antes de procurar uma empresa para desenvolver o seu aplicativo você listar bem a suas prioridades, quais são as funcionalidades que devem estar presente no projeto.  Nós da Dub indicamos para o empreendedor que procura um orçamento enxuto pensar no máximo cinco funcionalidades principais para o lançamento do MVP (Minimum Viable Product), com certeza além de enxugar o orçamento, vai também ser um fator determinante para um prazo de entrega menor.

# 2 Nativo ou Híbrido

Se você está procurando enxugar a sua proposta  e também o prazo de desenvolvimento  nossa dica é escolha o desenvolvimento de aplicativos Hibrídos na Dub trabalhamos com desenvolvimento de aplicativos nativos e desenvolvimento de aplicativos híbridos sempre estudamos as características, e particulariedades de cada projeto antes de apresentar para os nossos clientes a melhor tecnologia a utilizar na aplicação, isso vai variar muito de um projeto para o outro, de acordo  com os recursos exigidos e do investimento que o cliente pretende fazer o desenvolvimento nativo como envolve mais profissionais com certeza ira elevar o custo do seu aplicativo, em breve faremos um post explicando melhor a diferença entre aplicativos nativos e aplicativos híbridos.

# 3 Integrações

Esse é um fator que com certeza vai elevar um orçamento de aplicativo, a integração com sistemas, integração com meios de pagamentos entre outros tipos de integrações. Muitas empresas que nos procuram para fazer  aplicativos  já possuem sistemas, mais muitos não possuem API para integração, desta forma temos que estudar de qual forma iremos fazer essa integração e quanto isto vai determinar em um acréscimo na proposta final.

# 4 Desenvolver com uma empresa ou Freelancer

Escolher por um freelancer para desenvolver um aplicativo de qualidade muito rapidamente e com um orçamento de baixo custo é um grande risco para o seu projeto. Empresas de desenvolvimento de aplicativos tem no mínimo quatro pessoas envolvidas trabalhando em seu aplicativo, um  gerente de projetos, um designer, um programador para o back end e um programador para  o front end, e mesmo trabalhando em quatro pessoas, o desenvolvimento mínimo para um projeto mais simples leva em torno de 12 semanas, por isso desconfie se um freelancer disser que faz todo um aplicativo sozinho em 30 dias, claro que existem profissionais muito bons e que entregam no prazo combinado, por isso sempre procure ver os trabalhos já desenvolvidos e se esse profissional possui  recomendações de  antigos clientes.

Prestando muita atenção, estas 4 dicas irão ajudá-lo a ter uma melhor ideia de como você deve chegar em uma empresa de desenvolvimento de aplicativos  para solicitar  um orçamento. E caso você esteja em busca de um orçamento para o seu aplicativo CLIQUE AQUIE um de nossos analistas de ideias entrará em contato com você o mais breve possível.

O sucesso de seu aplicativo é o nosso sucesso!

Categorias
Empreendedorismo

Como escolher uma empresa de desenvolvimento de aplicativos?

Claro que queremos que  você opte pela Dub Soluções para o desenvolvimento de seu aplicativo. No entanto, também sabemos que a escolha de uma empresa de desenvolvimento de aplicativos é uma tarefa muito difícil, especialmente se você nunca gerenciou um projeto mobile antes. Por essa razão, o primeiro post de nosso blog irá ajudá-lo a tomar uma decisão. 

A seguir, nove dicas  para escolher a empresa certa. Certifique-se de checar com  as empresas de desenvolvimento de aplicativos estas perguntas. Se você ficar satisfeito com as respostas, você encontrou a empresa ideal para o seu projeto!

#1 Onde posso ver exemplos de aplicativos móveis que você desenvolveu?

A melhor prova de habilidade de uma empresa de desenvolvimento de aplicativos são os seus projetos desenvolvidos. Ao escolher uma empresa para desenvolver seu aplicativo preste muita atenção ao design e a dificuldade de desenvolvimento do aplicativo. Os Projetos da Dub oferecem experiência de usuário única em cada projeto, isso  é o que vai fazer os usuários se apaixonarem pelo seu aplicativo. Nosso portfólio de aplicativos é impressionante veja aqui.

#2 Posso ver as referências de seus clientes anteriores?

É importante saber se os clientes anteriores ficaram satisfeitos com a empresa. Peça  a empresa, pelo menos, 2 ou 3 comentários de seus clientes anteriores. Recentemente começamos a coletar comentários de nossos clientes. Estaremos incluindo em breve os comentários colhidos de nossos clientes em nosso site. 

#3 Como vamos nos comunicar durante o processo de desenvolvimento?

A comunicação é a chave para um projeto mobile bem sucedido! Depois que começamos um novo projeto, liberamos para nossos clientes nosso sistema de gerenciamento de projetos. Lá você será capaz de falar com todos na equipe: o gerente de projeto, os designers e desenvolvedores. Durante as fases de concepção wireframes e você receberá atualizações com novas telas quase diariamente. Você pode responder a nossa equipe em tempo real e obter as mudanças que você quer fazer o mais rápido possível. Durante a fase de desenvolvimento, além de ficar em contato com todos os membros da equipe disponibilizamos dentro de 5 a 6 semanas a primeira versão teste do aplicativo. Através dele nossos cliente recebem novas versões do aplicativo que você vai poder testar em seu smartphone. Além de se comunicar através de nosso sistema nós estamos sempre abertos para suporte por telefone, ou reuniões em nosso escritório.

#4 Será que eu posso ficar com os códigos?

Sim, Somos contra as práticas de alguns desenvolvedores que fazem você pagar um valor extra para ficar com os códigos fonte. Isso simplesmente não faz sentido. É a sua idéia, seu aplicativo, e seu código.

#5 Como posso monetizar o  meu aplicativo?

Esta  talvez é a pergunta mais importante que você deve fazer ao iniciar o desenvolvimento de um aplicativo; e uma empresa de desenvolvimento de aplicativo deve saber a resposta. Criar um aplicativo significa começar um novo negócio. Se você não sabe como você vai ganhar dinheiro iremos estudar a melhor maneira.

Existem três maneiras principais que você pode ganhar dinheiro com o seu aplicativo. 

Primeiro, cobrar uma taxa para o download do aplicativo. Vantagem: você recebe o dinheiro do momento em que um usuário faz o download do app. Desvantagem: as pessoas estão menos dispostas a pagar por um aplicativo antes de usá-lo. Em segundo lugar está o modelo freemium: o aplicativo é gratuito para download, mas você cobra do usuário para desbloquear determinados conteúdos ou recursos. Vantagem: você maximizar o número de pessoas que podem fazer o download do app. Desvantagem: provavelmente apenas uma pequena porcentagem de todos os usuários vai acabar pagando para desbloquear as funções do app. A terceira maneira é mostrar anúncios no aplicativo. Vantagem: Ainda obter o número máximo de usuários e todo o conteúdo é desbloqueado para usuários. Desvantagem: ele tira da experiência de usuário do aplicativo; os usuários estão incomodados com anúncios e pode deixar comentários ruins.

#6 Como vocês iram testar meu aplicativo?

Testar é fundamental no processo de desenvolvimento de aplicativos. Assim que começar o desenvolvimento estaremos constantemente testando a sua aplicação. No final do desenvolvimento iremos dedicar mais uma semana para testar. Durante toda a fase de desenvolvimento, você também será capaz de baixar o aplicativo teste e testar em seu smartphone a versão mais recente.

#7 Vocês  enviam meu aplicativo para a Google Play e Apple Store?

Uma empresa de desenvolvimento de aplicativo deve ajudá-lo a apresentar o seu aplicativo para lojas de aplicativos e certificar que ele seja aprovado. Cuidamos de todo o processo de submissão,  quer se trate de Google Play ou Apple App Store nós iremos apresentar o seu aplicativo e guiá-lo através do processo de aprovação. Caso o Google ou a Apple necessita de qualquer mudança nós providenciaremos para você.

#8 Posso ir até o seu escritório para conversar sobre projeto?

Muitas vezes, a melhor maneira de explicar a sua idéia é para descrevê-la em pessoa. Se você estiver na Grande Florianópolis  você é mais que bem-vindo para vir ao nosso escritório na Av. das Águias 231, sala 105. Edifício do Inaitec no Bairro Pedra Branca em Palhoça, o café é por nossa conta. Se você mora fora da Grande Florianópolis – isso não é problema. Alguns de nossos clientes são de outras cidades. Com clientes fora da Grande Florianópolis podemos conversar por e-mail, telefone ou Skype, e uma vez que o projeto começa, vamos conectá-lo ao nosso painel de gerenciamento de projetos, onde você vai ser capaz de falar com qualquer membro da equipe de projetos.

#9 Quantos desenvolvedores tem na sua empresa?

Quanto maior a empresa, maior é a probabilidade de que você vai ser apenas mais um projeto para eles. Somos uma equipe pequena. Embora trabalhemos com vários designers e desenvolvedores, nossa equipe principal é de apenas sete pessoas. Isso nos permite concentrar-se totalmente em todos os projetos e estabelecer conexões pessoais com cada cliente. Na maioria das vezes nos tornamos amigos de nossos clientes e tomar um café, ou almoçar para discutir o progresso de um projeto é uma coisa comum. Nós realmente nos preocupamos com o sucesso do seu aplicativo.

Se você tiver qualquer outra pergunta que você quiser perguntar por favor, não hesite em entrar em contato diretamente conosco em Dub Soluções. 

Ficaremos muito felizes em receber o seu contato!

Categorias
Empreendedorismo

Orçamento para criar um aplicativo: como se planejar para 2020

Então você decidiu que sua empresa terá um aplicativo em 2020. Mas afinal, como planejar o orçamento desse tipo de projeto?

Assim como em qualquer projeto de uma empresa, a criação de um aplicativo também exige planejamento para se investir de maneira consciente.

E pensando neste assunto, separamos a seguir algumas dicas para você que deseja inserir a sua empresa nesse universo mobile em 2020. Confira!

Trace a ideia no papel

O desenvolvimento de um aplicativo começa com uma ideia, mas para isso é preciso que ela esteja bem organizada e fundamentada.

Portanto, separe um tempo para descrever todas as possíveis características e funcionalidades que o aplicativo da sua empresa deverá ter. Envolva colaboradores, gestores e demais profissionais para auxiliá-lo nesta tarefa inicial, pois isso facilitará na hora de obter orçamentos mais precisos.

A maneira como o seu aplicativo dará lucros para a sua empresa também deve ser descrita. Caso você não tenha conhecimentos a respeito deste quesito, o seu desenvolvedor também poderá lhe auxiliar.

Faça uma previsão do investimento

Saber o quanto você pode gastar é fundamental para guiar-se na contratação da empresa que fará o desenvolvimento do aplicativo.

Neste caso, o seu orçamento deve estar sempre alinhado ao seu Plano de Negócios de modo a ter uma previsão dos gastos e receitas que ocorrerão ao longo de um período.

Caso você não tenha conhecimentos sobre os custos para o desenvolvimento de um aplicativo, recomendamos a leitura deste artigo.

Busque orçamentos

Ao ter a ideia do seu aplicativo bem fundamentada e saber o quanto a sua empresa pode investir no projeto, chega o momento de buscar por orçamentos.

A regra básica para escolher um bom desenvolvedor é focar sempre no custo-benefício. Em outras palavras, nem sempre o orçamento mais caro possui melhor qualidade e o mais barato é de qualidade inferior.

Avalie prazos de entrega, garantias de testes, flexibilidade de pagamento e até mesmo cases de sucesso. Neste artigo você pode encontrar algumas dicas para escolher uma empresa de desenvolvimento para o seu aplicativo.

Envolva todas as áreas

Ao ter os orçamentos em mãos você já terá uma boa noção do quanto sua empresa poderá investir no projeto. Deste modo, é importante divulgar a todos os níveis da empresa o que está sendo esperado para o orçamento daquele ano, fazendo com que aumente o comprometimento com o que foi planejado.

Neste momento é necessário também expor aos tomadores de decisão todos os detalhes de cada orçamento obtido. Novamente, é essencial avaliar não só as despesas, mas o custo-benefício total de cada proposta para tomar a decisão correta.

Acompanhe e atualize se necessário

De nada adianta fechar o projeto com a empresa ideal para desenvolver o seu aplicativo e simplesmente não acompanhar o orçamento de perto. Uma boa prática é a realização de reuniões com os desenvolvedores onde é discutido os prazos, possíveis custos adicionais, entre outros assuntos que poderão ajudá-lo na gestão do seu orçamento.

Vale lembrar que um orçamento para a criação de um aplicativo jamais deve ser um fator limitante para o desenvolvimento de um bom projeto ou mesmo inflexível. Portanto, sempre que ocorrer a necessidade de um novo investimento ou algum evento importante, é fundamental revisar o orçamento visando sempre a qualidade do projeto.

De modo geral, o orçamento para a criação de um aplicativo é muito semelhante aos orçamentos que a sua empresa já planeja atualmente, com exceção de algumas particularidades.

O ponto principal ao se planejar para a criação do seu aplicativo é definir como será de fato o aplicativo e como ele irá impactar nos seus negócios. 

Independente do tamanho do projeto que você está disposto a criar, é importante ter uma visão de como o aplicativo irá agregar no faturamento e no sucesso da sua empresa.

E então, já se planejou para criar o seu aplicativo em 2018? Conte com a Dub Soluções para desenvolver um projeto que cabe no seu orçamento!

Categorias
Empreendedorismo

O que é um marketplace

Não é de hoje que as compras online se tornaram uma grande vantagem para os consumidores, seja pela comodidade, pela facilidade ou até mesmo pelos preços reduzidos. Com a criação desse novo hábito de consumo, as empresas também estão podendo aproveitar a internet para aumentar seus lucros e em diversos casos, muitas empresas acabam optando por vender apenas online.

Quando se fala em vendas online, não há como deixar de mencionar os marketplaces, que têm se tornando um grande aliado dos comerciantes na hora de vender online.

Mas e você, sabe o que é um marketplace? Acompanhe os detalhes a seguir e saiba o que significa e como ele funciona.

O que é um marketplace?

Marketplace é basicamente um local comparado a um shopping center, ou seja, um local onde diversas empresas podem se instalar e receber os seus clientes.

Na internet, um bom exemplo de marketplace é o Mercado Livre

Isso significa que as empresas podem criar suas contas no site e passar a comercializar seus produtos. O Mercado Livre, por sua vez, apenas realiza a intermediação entre vendedor e consumidor e fornece opções de pagamentos.

Um marketplace pode ser segmentado ou amplo. Isso significa que um marketplace pode ser focado em determinado produto ou serviço ou pode simplesmente vender uma variedade de mercadorias, como é o caso do Mercado Livre. Vejamos alguns tipos e exemplos de marketplaces:

  • Empresas (B2B – Business to Business)
  • Empresas-Consumidores (B2C – Business to Consumer)
  • Consumidores-Consumidores (C2C – Consumer to Consumer)
  • Empresas-Governo (B2G – Business to Government)
  • Governo-Cidadão (G2C – Government to Citizen)

Exemplos de marketplaces comuns na internet:

ELO7: Voltado para o segmento de artesanatos.

Ebay: Variedades de produtos novos e usados

Alibaba: Variedade de produtos para importadores de todo o mundo

Airbnb: Focado no segmento de hospedagens (acomodações comunitárias).

OLX: Variedade de produtos (usados em sua grande maioria).

Upwork: Focado na comercialização de serviços (tradução, design, produção de conteúdo, entre outros).

Vantagens de um marketplace

Agora que você já sabe o que é um marketplace, deve estar se perguntando: O que a minha empresa ganha com isso? E para responder a essa pergunta, confira abaixo algumas vantagens:

Marketing: Uma das grandes vantagens de se ingressar em um marketplace é o aumento de visibilidade da empresa. Isso significa que marketplaces como o Mercado Livre, ELO7, entre outros, já investem fortemente na geração de tráfego online. Deste modo, isso pode lhe ajudar a melhorar ainda mais a visibilidade da sua empresa, principalmente se você já tiver uma loja virtual integrada ao marketplace.

Em comparação, se você atuar apenas com sua loja virtual, será necessário investir em tráfego para que os usuários possam conhecer a sua marca.

Baixo investimento: Se sua empresa ainda não realiza vendas online, o marketplace pode ser uma excelente maneira de começar com baixo investimento. Ou seja, em vez de investir em um e-commerce, você pode optar por uma plataforma pronta para fazer upload dos seus produtos e começar as vendas.

Segurança: Vender online requer que o comerciante invista na segurança da sua loja virtual para proteger os dados de seus clientes contra ataques de hackers (o que infelizmente tem se tornado muito comum). Por outro lado, ao optar por um marketplace, você simplesmente não precisará se preocupar, pois os marketplaces mais comuns contam com tecnologia adequada para vender com segurança.

Formas de pagamento: Todo pequeno empresário conhece as dificuldades em disponibilizar opções diferenciadas de pagamento para os seus clientes. Contudo, ao optar por um marketplace, é possível contar automaticamente com os formatos mais comuns, ou seja, boleto, cartão de crédito, débito em conta, entre outros.

Concorrência: Competir com grandes empresas realmente é uma tarefa difícil e, mesmo dentro de um marketplace essa tarefa também pode não ser fácil. No entanto, existe sim a possibilidade de se destacar das demais empresas e para isso, é fundamental criar estratégias de precificação, frete e promoções.

Como pequenos diferenciais é possível tornar a sua empresa única dentro do marketplace. Atendimento diferenciado, embalagens, prazos de entrega, brindes, fretes reduzidos são apenas alguns exemplos para ganhar destaque.

Sem dúvidas, os marketplaces se tornaram uma excelente ferramenta para que as empresas possam vender online com mais facilidade e menores custos. As vantagens são grandes e as oportunidades são ainda maiores. Portanto, vale a pena avaliar a possibilidade de ingressar nessa modelo de mercado, independente do seu segmento.

Vale lembrar que mesmo que você já tenha um e-commerce, você pode ingressar em um marketplace e aumentar a exposição da sua marca e dos seus produtos.

Gostou da dica? Para ficar por dentro de mais dicas como esta, continue acompanhando o nosso blog!

Categorias
Empreendedorismo

Como criar um aplicativo sem programar

Não é novidade que os aplicativos mobile se tornaram uma excelente estratégia para muitas empresas. Atualmente, eles estão presentes para a divulgação da marca, interação com o público-alvo, captação de clientes, comunicação interna, entre outras opções.

Entretanto, muitos empreendedores que desejam optar por essa tecnologia, acabam apostando na ideia de desenvolver o seu próprio aplicativo sozinhos, sem contar com os devidos conhecimentos técnicos em programação. 

Assim, seja por motivos financeiros ou até mesmo por não conhecer uma equipe especializada e capacitada para desenvolver o seu projeto, ele parte nessa jornada por conta própria.

Mas afinal, é possível criar um aplicativo sem programar? Acompanhe os detalhes a seguir e saiba mais sobre este assunto.

Aplicativos sem programação, é possível?

Os aplicativos mobile estão entre as tecnologias que mais evoluíram nos últimos anos e a maneira de criá-los também evoluiu. Atualmente, já é possível encontrar plataformas online onde um usuário comum (sem conhecimentos em programação) pode criar o seu próprio aplicativo mobile.

De fato, essas ferramentas são boas opções para quem deseja ter o seu próprio app, mas será que realmente esta é a melhor opção? Para responder a essa pergunta, listamos a seguir as vantagens e desvantagens de criar um aplicativo sem programar, ou seja, utilizando essas plataformas online.

Vantagens:

  • Excelente alternativa para desenvolver um aplicativo mobile sozinho.
  • Custo de desenvolvimento baixo ou em alguns casos gratuito
  • Agilidade no tempo de desenvolvimento
  • Não precisa ser programador para desenvolver o aplicativo.

Desvantagens:

  • Incompatibilidades com sistemas e resoluções de telas;
  • Pouco ou nenhum foco na experiência do usuário;
  • Pouco ou nenhum foco em etapas de testes para encontrar e corrigir bugs do aplicativo;
  • Muitos aplicativos criados nessas plataformas não podem ou não são aprovados em app stores como a Apple Store e Play Store devido à má qualidade dos mesmos.
  • Algumas plataformas deixam o usuário desenvolver o aplicativo gratuitamente, porém o aplicativo é criado com marca d’água da empresa nas página do app. Essa marca d’água geralmente só pode ser removida como pagamento de um plano mensal;
  • Algumas plataformas solicitam a aquisição de um plano mensal para que o usuário possa postar seu aplicativo em lojas de aplicativos;
  • Baixa qualidade em aspectos gerais do aplicativo, passando falta de profissionalismo e baixa credibilidade aos usuários.
  • Limitações de recursos e ferramentas nas plataformas, que impossibilitam o usuário de criar determinadas funcionalidades em seu aplicativo.

Por que contar com uma equipe especializada?

Conforme se pode observar, existem vantagens em desenvolver um aplicativo sem usar a programação, ou seja, de maneira autônoma. No entanto, as desvantagens também estão muito presentes e podem superar as vantagens. 

Em outras palavras, além de contar com um aplicativo de baixar qualidade, muitas vezes é necessário gastar dinheiro apenas para assinar planos premium que dão a possibilidade de tirar marca d’água ou publicar o aplicativo em app stores.

Por outro lado, quando se conta com uma equipe especializada na criação de aplicativos, haverá sim um investimento para o desenvolvimento, porém é possível contar com um projeto que engloba:

  • Análise de mercado e público-alvo;
  • Desenvolvimento de protótipos e validação da ideia;
  • Escolha de linguagens de programação adequadas;
  • Foco em segurança e UI e UX;
  • Desenvolvimento de recursos que muitas vezes são restritos em plataformas para desenvolvimento de aplicativo sem o uso de programação;
  • Criação de um aplicativo compatível com as principais plataformas mobile;
  • Foco na etapa de testes para correção de bugs;
  • Publicação do aplicativo nas principais lojas como as devidas otimizações em ASO.
  • Auxílio na criação de estratégias de marketing para a divulgação e monetização do aplicativo;
  • Lançamento de novas versões conforme a análise do feedback dos usuários;
  • Expertise de profissionais qualificados e com experiência no mercado de desenvolvimento de aplicativo.

E então, o que você acha que pode ser mais viável na hora da sua empresa ter um aplicativo de sucesso? Se você ainda tem dúvidas sobre criar um aplicativo sem programar ou contar com uma equipe especializada, basta colocar em sua balança de custo-benefício.

Antes de finalizar, lembre-se que nós, da Dub Soluções, somos especialistas no desenvolvimento de aplicativos e podemos ajudar a sua empresa a ter um aplicativo de sucesso conforme as suas necessidades. Gostou das dicas? Para acompanhar mais dicas sobre aplicativos, continue acompanhando o nosso blog!

Categorias
Empreendedorismo

Fábrica de Startups: A nova frente de negócios da Dub Soluções

Recentemente a empresa catarinense Dub Soluções, que desenvolve aplicativos mobile e sistemas web, lançou uma nova frente de negócios para ajudar empreendedores a colocarem seus projetos em prática.

Localizada em Palhoça /SC, a Dub criou a Fábrica de Startups após uma análise de mercado de 3 anos. O projeto visa ajudar empreendedores a tirar as suas ideias do papel, junto com uma rede de parceiros nas áreas jurídica, de comunicação e contábil. 

Incentivo para a criação

Até poucos anos atrás, a palavra startup praticamente não era conhecida em nosso vocabulário, porém, hoje vemos este conceito de empreendimento cada vez mais difundido em todo mundo. 

Aqui no Brasil, por exemplo, de acordo com o estudo realizado pela consultoria A Arte da Marca, já somos o 12º mercado mais promissor para startups do mundo, ficando à frente de cidades como Moscou e Amsterdam, entre outros grandes centros globais.

Além disso, o estudo revela que:

  • 73% dos empreendedores pesquisados dedicam-se full time a suas startups;
  • 48% abandonaram seus empregos de carteira assinada para se dedicarem ao novo empreendimento;
  • 80% começaram sua startup com recursos próprios, enquanto metade deles ficam sem receber salário mensal por 2 ou até 3 anos.

Em outras palavras, temos um mercado amplo e promissor para as startups, porém a grande maioria dos empreendedores enfrentam algumas barreiras que por vezes, podem impedir o progresso do negócio. E é justamente aqui que entra a Fábrica de Startups.

O incentivo para a criação da Fábrica de Startups se deu após a Dub analisar o seu mercado e verificar que a maioria dos empreendedores que procuravam a empresa para desenvolver um aplicativo, tinham em média 10 mil reais de ticket médio. Contudo, este valor ficava muito longe do custo médio para o desenvolvimento, que atualmente gira em torno de 25 mil a 60 mil reais.

A crise econômica e política atualmente vivida no Brasil também serviu de incentivo para que a Dub pudesse criar um projeto capaz de ajudar os empreendedores que procuravam pela empresa.

Deste modo, além do aplicativo ou sistema web desenvolvidos pela Dub, o empreendedor passou a ter o apoio com um plano de negócios, plano de marketing, estratégia para monetização do seu negócio, assessoria jurídica, assessoria contábil, mentoria, acesso a investidores, desconto em eventos, entre outros detalhes que uma startup precisa para alavancar o seu negócio.

Apoiadores do projeto

O projeto Fábrica de Startups conta o apoio de coworkings e da incubadora da Dub Soluções, a Inaitec (Instituto de Apoio à Inovação, Ciência e Tecnologia de Palhoça/SC).

Atualmente, a Dub Soluções já apoiou mais de 20 projetos de startups como é o caso da Escola na Mão, Situation, Educador Postural, Hellopet, Schell, entre outros. Dentro do programa Fábrica de Startups, os projetos que se destacarem podem ser indicados para a incubadora.

Inovação e parceria em prol do sucesso dos empreendedores

Em meio a diversas aceleradoras, incubadoras e lançadoras de startups já existentes no Brasil, a Dub Soluções resolveu inovar com a criação da Fábrica de Startups, lançando no mercado sua experiência aliada a sua expertise em tecnologia em união com excelentes parceiros.

Se você ficou interessado e gostaria de tirar uma ideia do papel e transformá-la em um negócio, entre em contato com a Dub Soluções através do site: www.dubsolucoes.com

Vale destacar que além do projeto Fábrica de Startups, a Dub Soluções continua desenvolvendo aplicativos e sistemas web sob medida para qualquer empresa ou empreendedor. Entre em contato!